Ensino Médio

Proposta de Ensino Médio!

 

Essa etapa de Ensino integra o processo educacional que a Nação considera básica para o exercício da cidadania, base para acesso às atividades produtivas, para o prosseguimento nos níveis mais elevados de educação conforme determina o Art. 22 da Lei nº 9.394/96 onde diz que este “tem por finalidades desenvolver o educando, assegurar-lhe a formação comum indispensável para o exercício da cidadania e fornecer-lhe meios para progredir no Trabalho e em estudos posteriores”. O Ensino Médio do Colégio Presbiteriano Quinze de Novembro é o nível de ensino que tem como objetivo aprofundar e ampliar os conhecimentos adquiridos no Ensino Fundamental, desenvolvendo a partir destes, uma visão científica e cristã capaz de tornar nosso aluno, um agente de transformação social. Dentro desta visão, a preparação do aluno para a continuação dos estudos em nível superior e técnico, é peça fundamental da proposta pedagógica. O trabalho pedagógico em que se baseia o Ensino Médio adota como eixo central às idéias propostas na concepção de aprendizagem significativa, na compreensão do aluno não só como entidade cognitiva, mas também afetiva, corporal e espiritual e na necessidade de desenvolver habilidades e competências fundamentais no desenvolvimento do indivíduo como agente de transformação social. Baseando-se neste paradigma, utilizam-se como norteadores do processo de construção do conhecimento e prática de ensino:
a) A crença de que o ensino de conteúdos deve se desenvolver com o objetivo de proporcionar ao aluno uma aprendizagem significativa.
b) A concepção de que a aprendizagem significativa se processa à medida que o aluno é capaz de ancorar o conhecimento novo, apresentado em sala de aula, a conhecimentos e informações já existentes em sua estrutura cognitiva, o que coloca a contextualização dos conteúdos como recurso facilitador do processo.
c) O entendimento que na busca desta aquisição de conhecimento, tanto o ensino por descoberta como, o ensino por recepção, (trazendo o conhecimento já pronto) podem ser significativos, desde que sejam ancorados em concepções prévias do aluno.
d) A clareza de que na presença de conteúdos onde não existam conhecimentos prévios relevantes é necessário a atuação do professor como condutor do processo e formador do conhecimento, que mais tarde funcionará como subsunçor.
e) A utilização de diversas formas de avaliação e diagnose, como essencial na práxis do docente, e mecanismo norteador do planejamento de aula.
f) A elaboração de um planejamento de conteúdos que procure promover uma aprendizagem supra-ordenada, partindo do campo geral em direção a conhecimentos mais inclusivos e específicos.
g) A fusão de conhecimentos de diferentes campos como recurso de promover uma construção de conhecimento mais ampla e consistente, salientando as diferentes visões produzidas pela interação entre a informação e o indivíduo.
h) A preocupação em desenvolver a consciência crítica e a ética cristã através da aproximação do conhecimento científico divulgado no colégio à realidade em que o aluno está inserido.
i) O direcionamento do trabalho em sala de aula objetivando uma autonomia cada vez maior do processo de aprender por parte do aluno.
j) A vivência de projetos pedagógicos no desenvolvimento de competências que o auxiliem a lidar com conhecimentos conceituais, processuais e atitudinais de forma eficaz.
k) A concepção por parte do corpo docente da importância do relacionamento afetivo para o desenvolvimento da aprendizagem.
l) A utilização de estratégias diversificadas tais como: Aulões, grupos de estudo, projetos de trabalho, simulados, encontro de jovens, atividades artísticas, etc procurando oportunizar diferentes mecanismos de aprendizagem, capazes de trabalhar: o aprender a ser, o aprender a fazer, o aprender a aprender e o aprender a conviver.

 

 

 

Colégio Presbiteriano Quinze de Novembro
Praça Souto Filho, 696 - Heliópolis - Garanhuns - PE
CEP 55395-400 - Fone/Fax (0xx87) 37611161

Copyright Colégio 15 de Novembro. Desenvolvimento HC Comunicação